Quantidade de Páginas visitadas

Organização do Trabalho Pedagógico na Escola


A Organização como um Processo

A organização escolar consiste num amplo processo que rege o funcionamento da escola, não se reduz a administração escolar, pois compreende não apenas as tomadas de decisão conjunta no planejamento, execução, acompanhamento e avaliação das questões administrativas e pedagógicas, mas um posicionamento de todos os membros da comunidade escolar. Assim, a escola ultrapassa as ordens administrativas, as decisões colegiadas, construindo uma cultura organizacional que se legitima no cotidiano da escola.

A organização de assembléias, reuniões e encontros no decorrer do ano letivo, fortalecem os laços com a comunidade escolar, contribuindo para aproximar seus membros e definir uma única política de ação.


A OTP na Escola

“A escola convive com as alunas e com os alunos diariamente e, de maneira consciente ou não, ensina não só por meio do conteúdo com o qual trabalha em sala de aula, mas também pelas relações que estabelece com eles no dia-a-dia.” (CISEKI, 1998, p.43)


A realidade da escola pública brasileira é cerceada por dificuldades, tais quais se assemelham às dificuldades do próprio povo brasileiro, encontrar formas de superação destas dificuldades promovendo o alcance de nossas metas, configura-se a essência do trabalho pedagógico desenvolvido na Escola.

Cabe, portanto, a Equipe Pedagógica direcionar o fortalecimento das estruturas escolares que favorecem o desenvolvimento de uma educação de qualidade em detrimento a uma educação pautada no comodismo e na simplicidade.

Neste sentido consolidamos nossas ações através de um plano de ação a ser desenvolvido em médio tempo, frutos que não serão colhidos no ano vindouro, mas no decorrer da próxima década.

 

O papel da Equipe Pedagógica

A superação da dicotomia entre as funções pedagógicas de supervisão e orientação educacional, deve ser encarada como um processo lento e que despenda espaço e tempo para a reorganização no âmbito da Organização do Trabalho Pedagógico.

O pedagogo não mais tem o papel punitivo e restritivo, hoje, deve ser concebido como um agente de transformação de mentes. Um indivíduo que não apenas relacione a prática educativa a teoria, mas que realmente aplique a teoria necessária para a obtenção dos objetivos que são almejados pela escola pública.

Neste sentido, o Professor-Pedagogo deve ser capaz de assessorar o processo pedagógico-educativo dos professores e funcionários; orientar a execução do trabalho escolar segundo as normatizações vigentes; relacionar, analisar e atuar na organização das ações escolares mais básicas e mais elementares; compreendendo que toda ação que intervêm no processo de ensino-aprendizagem favorece a construção do indivíduo inovador e atuante.

O pedagogo não é mais o fiscalizador do trabalho docente, mas o apoio seguro na condução das atividades escolares, devendo enriquecer o cotidiano da escola favorecendo, organizando, promovendo atividades complementares, que fortaleçam o envolvimento do aluno com a escola, com a sociedade.


A Organização de Projetos Educativos

“Ao serem valorizadas, as iniciativas e experiências realizadas pelas escolas, no enfrentamento a uma série de questões (indisciplina, agressões, ameaças, intimidações, baixo desempenho escolar, desmotivação) promovem uma maior integração da comunidade escolar, fortalecendo ou mesmo criando laços e mecanismos de compartilhamento de interesses e objetivos possibilitando um contraponto aos diferentes tipos de violências praticados no interior da escola.” (ABRAMOVAY, 2004, p. 33)


Consideramos os projetos educativos como atividades complementares necessárias e imprescindíveis ao desenvolvimento do projeto educativo da Escola; consistem num processo de intervenção planejada, não se refere a programas de voluntariado, mas a um processo interno de mobilização dos Professores e Funcionários. Cabe a Equipe Pedagógica o desenvolvimento, a programação e a avaliação destas atividades; incitando e motivando os membros da comunidade escolar para o desenvolvimento de novas atividades.

Organizamos grupos de atividades ambientais, culturais e esportivas: Horta, Xadrez, Teatro, Dança, Coral & Banda, Futsal, Atletismo, Voleibol, Handebol, Basquetebol, entre outros.

Estas atividades são desenvolvidas no contra-turno ou nos finais de semana, dado que amplia a ação da escola e sua relação com a comunidade.

“Estas e outras ações, a serem implementadas no âmbito educacional, objetivam a mudança de atitudes diante dos alunos, das minorias culturais ou das culturas em desvantagens sociais, permitindo a reelaboração e a adoção sistemática de atitudes que permitam o reconhecimento e a valorização da diversidade cultural como uma das maiores riquezas do patrimônio da humanidade.” (PEE, 2004)













Validador

CSS válido!

Secretaria de Estado da Educação do Paraná
Av. Água Verde, 2140 - Água Verde - CEP 80240-900 Curitiba-PR - Fone: (41) 3340-1500
Desenvolvido pela Celepar - Acesso Restrito